Você pode Parir com uma Obstetriz!

21/06/2016

 

A obstetriz é uma profissional capacitada para o atendimento ao parto, uma profissional com formação especial para atendimento à mulher no pré-natal, parto e pós parto. A presença da obstetriz no atendimento à gestante, parturiente e puérpera faz parte de um resgate das práticas tradicionais de atendimento ao parto e está em pleno acordo com as mais novas pesquisas da comunidade científica dentro da área. 

 

Cena da série Call The Midwife, que retrata o trabalho de parteiras inglesas na década de 50

 

O obstetra Jorge Kuhn, um dos fundadores da Casa Moara, concorda: "Ao morar na Alemanha, aprendi com as obstetrizes que elas são as melhores profissionais para atender ao parto normal. Se precisar intervir, se houver alguma complicação, o médico será chamado, mas os partos de baixo risco, que são de 80 a 90 porcento dos partos, devem ser atendidos pelas obstetrizes", afirmou em sua participação no III Siaparto

 

"Bebês do Campo contam com a ajuda de pelo menos 6 mil parteiras"

 

No Brasil, a atuação das parteiras tradicionais está restrita ao campo e localidades remotas. Mas no início do século XX a maioria dos nascimentos em qualquer região era domiciliar e acompanhado por essas profissionais.

 

Há pelo menos três décadas o parto vem sido tratado como um evento médico. Nos últimos anos, no entanto, a partir da busca por melhora de qualidade de atendimento à mulher e políticas públicas efetivas nesse sentido, houve um resgate do trabalho das obstetrizes, que atualmente contam com formação acadêmica superior. 

 

"Não novo, mas feito de uma nova forma”, é o lema que orienta a profissão.

 

A Obstetriz tem uma atuação semelhante à da enfermeira obstetra, mas difere em formação. Enquanto as enfermeiras passam pela formação em enfermagem e depois adquirem especialização na área de obstetrícia, as obstetrizes são graduadas no curso superior de obstetrícia. 

 

Veja um artigo completo sobre o histórico de formação e atuação das parteiras contemporâneas, escrito por Luciana Benatti, aqui

 

Parteiras Profissionais ou Parteiras Diplomadas estão construindo uma nova identidade de atendimento ao parto, baseada nos paradigmas da humanização, evidências científicas e protagonismo da mulher. A grande vantagem é uma prática menos intervencionista e altamente segura. É consenso entre a comunidade médica internacional que o trabalho das parteiras melhora a qualidade do atendimento médico para gestantes e parturientes como um todo. 

 

"(As obstetrizes) estão comprometidas com as boas práticas obstétricas para o alívio da dor, como o estímulo à movimentação, liberdade para se alimentar e posição verticalizada na hora de parir, tornando o parto mais confortável, aumentando as chances de partos espontâneos e diminuindo a necessidade de intervenções desnecessárias."  Do portal Promoção da Saúde - do Governo Federal. 

 

Nos hospitais do Sus, modelo de atendimento à gestante e parturiente no Brasil, é das obstetrizes a função de atender o parto de risco habitual, juntamente com as enfermeiras obstetras.

 

Mas a rede de hospitais particulares ainda aguarda adequação e disponibilidade dos próprios hospitais e equipes. Neste cenário, essas profissionais atendem juntamente com as equipes médicas, em um processo de responsabilidades compartilhadas. 

 

 

"Qualquer médico obstetra que tenha intenção verdadeira de Parto Normal sempre optará por trabalhar com uma enfermeira obstetra ou obstetriz", relata Natalia Rea, lembrando que o acompanhamento do trabalho de parto requer habilidades técnicas de atendimento (como possíveis exames de toque, checagem da vitalidade fetal, entre outros) em combinação com longos tempos de dedicação. Portanto, no modelo humanizado, os médicos e obstetrizes, ou enfermeiras obstetras, trabalham em conjunto. 

 

As obstetrizes da Casa Moara atuam tanto com os obstetras da nossa equipe quanto em parceria com os outros médicos humanizados da cidade. Além dos atendimentos domiciliares, para os quais também são formadas e capacitadas.

 

A obstetriz não é uma doula. É um profissional técnico da área da saúde, apto para o atendimento ao parto normal de risco habitual, com as intervenções não cirúrgicas necessárias. É o profissional adequado para o atendimento da vasta maioria dos casos (os 85% preconizados pela OMS) de mulheres que terão gravidezes e partos normais saudáveis, sem necessidade de atuação exclusiva de profissional médico. 

 

Temos notado uma crescente preferência dos casais em optar pelo atendimento compartilhado, entre obstetrizes e médicos. Além de revezarem nas consultas de pré-natal, garantem uma ampla abordagem para a assistência intra parto, cada profissional com a sua especificidade.

 

Cabe lembrar que o trabalho das obstetrizes, assim como da equipe médica particular como um todo, pode ser reembolsado pelo convênio médico (de acordo com as tabelas de credenciamento e reembolso de cada plano). 

 

Uma das possibilidades do modelo humanizado: Doula, Obstetriz, Médica Obstetra e Neonatoligista na assistência ao parto natural 

 

 

Portanto: informe-se com seu plano!

Você pode parir com uma Obstetriz!

 

Veja a regulamentação sobre o credenciamento desses profissionais junto aos planos de saúde

Quer um parto respeitoso? Procure uma obstetriz

Conheça as obstetrizes da Casa Moara: Márcia Koiffman, Priscila Raspantini e Natalia Rea Monteiro

 

 

Please reload

Siga a Moara

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Bebês e crianças têm atividades musicais e sensoriais na Casa Moara

October 15, 2019

1/10
Please reload

Em Destaque

Leia por Tema

Posts Recentes

Please reload

Fotografias por:  Kátia Ribeiro,  Bia Takata, Lela Beltrão, Marcelo Min, Cristiane Pereira e Carla Raiter / Acervo Casa Moara